© 2016 - Rádio Clube do Vale - Todos os Direitos Reservados

Jovem é morto em confronto com a PM na zona norte de São José dos Campos

05/10/2019

Um jovem de 22 anos foi morto a tiros em confronto com a polícia militar no começo da noite de sexta-feira (4) na zona norte de São José dos Campos. Um policial foi atingido de raspão no braço. A Polícia Civil vai investigar o caso.

 

Segundo o boletim de ocorrência, os policiais faziam uma abordagem aos ocupantes de uma caminhonete, quando o motorista de um outro automóvel ao se aproximar da blitz teria demonstrado nervosismo e também foi parado pelos policiais.

 

A PM relatou à Polícia Civil que no automóvel do suspeito, acompanhado de uma mulher, foi encontrada uma bucha de maconha. Também foi encontrada uma nota fiscal da compra de materiais de construção com um endereço que os PMs decidiram averiguar.

 

O suspeito, detido pela posse da bucha de maconha, foi colocado na viatura e seguiu para o endereço da nota fiscal - uma casa no bairro Taquari, acompanhado por três policiais militares do Batalhão de Ações Especiais (Baep). A ação foi por volta de 18h30.

 

Os PMs contaram que no local encontraram o portão aberto e, ao descerem uma rampa, encontraram um homem com duas armas nas mãos. Os policiais contaram que tentaram rendê-lo, mas ele correu com um comparsa para dentro do imóvel.

 

Os policiais dizem que foram recebidos a tiros em um dos quartos, onde suspeito se escondia. Os agentes revidaram e o jovem acabou morto. Um dos policiais foi atingido de raspão. Ele passa bem. O outro suspeito pulou a janela da casa e fugiu para a mata.

 

Os policiais relataram ter encontrado balança de precisão e drogas sobre uma mesa dentro da casa. Disseram não terem percebido o material ao entrar na casa durante a perseguição, observando ao final da ocorrência.

 

O homem morto era cunhado do abordado na blitz com uma bucha de maconha. No depoimento à Polícia Civil, ele sustentou que a vítima trabalhava e não tinha armas. Ele tinha antecedentes criminais por porte de entorpecentes.

 

A Polícia Civil registrou o caso como homicídio e abuso de autoridade e vai averiguar a morte do jovem.

 

Fonte: G1 Vale do Paraíba e Região (Texto e imagem copiados na íntegra)

 

Comparthe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload