© 2016 - Rádio Clube do Vale - Todos os Direitos Reservados

Golpista tenta extorquir dinheiro de parentes de pacientes do Hospital Municipal de São José dos Campos. Ouça o áudio!

Familiares de pacientes do Hospital Municipal de São José dos Campos (SP) foram vítimas de uma tentativa de estelionato. Com informações dos pacientes internados na unidade, um golpista tentou extorquir dinheiro dos parentes. Uma das vítimas gravou a ligação do criminoso. A Polícia Civil investiga os casos e o suposto vazamento de dados sigilosos dos pacientes do hospital.

 

OUÇA O ÁUDIO:

O sogro da dona de casa Paula Melo está há um mês internado na UTI do hospital tratando um câncer na cabeça - ele é atendido pelo SUS. Na última segunda-feira (6), um homem identificado como doutor Bruno ligou no celular dela pedindo R$ 2,1 mil para um laboratório particular fazer exames para descobrir se o paciente estava com leucemia.

 

Na conversa, ele pergunta se a família conseguiu dinheiro para pagar o procedimento. Com a resposta negativa da vítima, ele ainda tenta negociar metade do valor e fala que o valor seria reembolsado em cinco dias. O falso médico também detalha como a empresa terceirizada faria o exame.

 

A partir da suspeita, Paula acionou o genro, que é policial, e ele alertou que era um golpe. Para confirmar, ele orientou que Paula ligasse no hospital para checar. “Quando liguei, me informaram que o hospital cobria 100%. Por isso, fui fazer um boletim de ocorrência”, completou.

 

Golpe frustrado

Após uma hora, quando o estelionatário ligou novamente, ela colocou no viva voz e gravou a ligação. “Como ele tinha o meu contato e sabia os dados do meu sogro? Não é algo só do hospital? Por que ele sabia, tem alguém passando?”, questionou.

 

Nesta quarta-feira (8), Lilian Firmo também se assustou ao receber a ligação pedindo os mesmos exames para o pai que teve um AVC. “Eles sabiam da situação do meu parente, tem nosso endereço, telefone, celular. Se passa por doutor, mas conversando dá para ver que não está apto, que tem um português muito ruim”, avaliou.

 

Investigação

O delegado Tális Prado, responsável pela investigação do caso do sogro da Paula, informou que está investigando a ocorrência e que o criminoso pode responder por tentativa de estelionato. A polícia também não descarta a possibilidade de vazamento e até a venda de dados por alguém ligado ao hospital.

 

Outro lado

Por meio de nota, a empresa quer administra o Hospital Municipal informou que vem colaborando com as investigações policiais.

“Para orientar os munícipes, a direção do hospital afixou cartazes que reforçam que a unidade presta atendimento 100% gratuito, por meio do SUS”, diz trecho de nota.

 

 

Comparthe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload