© 2016 - Rádio Clube do Vale - Todos os Direitos Reservados

Preço do gás de cozinha sobe e preocupa moradores do Vale

Com o aumento de 4,5% no preço do gás de cozinha, que começou a valer nesta semana nas distribuidoras, o reajuste já preocupa consumidores da região.


A chefe de cozinha Camila Sanches, de São José dos Campos, vende refeições orgânicas sob encomenda. Para o trabalho, ela usa seis botijões por mês, e gasta R$ 390. Com o reajuste do gás de cozinha, a previsão é que o preços dos pratos aumente.

 

“Eu preciso cozinhar alguns ingredientes no fogão e depois ainda vai mais uns 40 minutos no forno para gratinar. Dependendo do prato, uso uma hora de gás continuamente”, disse a chefe, que com o reajuste pagará pelo menos R$ 407 pelos seis botijões.


O aumento no preço do gás também influencia quem trabalha com doces e salgados. “Para cada encomenda geralmente fico entre 25 e 30 minutos, e vai muito gás”, disse a confeiteira Josiane Quintanilha, que utiliza três botijões por mês.


Segundo as distribuidoras de gás, o consumidor é quem vai arcar com o aumento. “Não tem como segurar, já teve três aumentos no mês de setembro e teve como segurar dois. Esse agora já não vai ter como”, disse o comerciante Wilson de Lima Ambrósio.

 

 

Comparthe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload