© 2016 - Rádio Clube do Vale - Todos os Direitos Reservados

Policial atira contra suspeito e atinge Motoboy por engano em São José dos Campos. Veja o vídeo!

09/10/2017

Para ver o vídeo, acesse: 

https://www.facebook.com/RadioClubeDoVale/videos/1940144679533119/

 

Um motoboy de 23 anos foi baleado no tórax por engano pela Polícia Militar durante perseguição a um suspeito na madrugada deste domingo (9) no Dom Pedro II, na zona sul de São José dos Campos (SP). 

 

Conforme relatado no Boletim de Ocorrência, quatro policiais estavam perseguindo um homem em uma motocicleta vermelha na avenida Adilson José da Cruz, depois dele desobedecer a ordem de parada. Após cinco minutos de perseguição, o motociclista tentou atravessar o canteiro central e caiu.

Neste momento, os policiais relatam que o suspeito se levantou e apontou uma arma para eles e, por isso, um agente disparou. O tiro atingiu um motoboy que estava com a namorada e amigos do outro lado da rua.

 

Um vídeo levado por testemunhas para a Polícia Civil e anexado ao processo mostra a viatura da PM em alta velocidade durante a perseguição e, posteriormente, a moto subindo no canteiro central. A viatura segue a moto e para. O vídeo termina com um barulho que seria do tiro e não mostra o restante da ação.

 

"Nós ficamos dez minutos lá e quando estávamos entrando no carro para ir embora vimos que ele tinha sido atingido. A gente começou a gritar para os policiais que ele tinha sido baleado, mas eles não se importaram. Colocamos ele no carro e fomos para a UBS do Campo dos Alemães", contou uma testemunha, que não quis se identificar.

 

Ao mesmo tempo, o suspeito deixou a moto, continuou a fuga a pé e os policiais seguiram a perseguição. Quando o suspeito tropeçou e caiu, os policiais efetuaram a prisão. Com ele, nenhuma arma foi encontrada, mas segundo o relato dos PMs no BO, um revólver estava próximo da moto.

 

Antes de ser levado à prisão, o suspeito precisou ser socorrido no pronto-socorro do Parque Indutrial por conta de dores na bacia e lombar. Ao receber alta, ele foi levado para o 3º DP, onde ficou preso por resistência e porte ilegal de arma.

Em depoimento para o delegado de plantão, ele negou que estivesse armado. Além disso, ele contou que fugiu da abordagem porque não tem habilitação e que comprou a moto com várias dívidas por R$ 1 mil.

 

Vítima

O homem baleado por engano recebeu os primeiros atendimentos na UBS e, posteriormente, foi encaminhado para o Hospital Municipal da Vila Industrial. Segundo a secretaria de Saúde, ele passou por uma drenagem no tórax. Nesta segunda-feira, ele continua em observação, mas não corre risco de morrer.

 

Uma testemunha que estava com o homem conta que ele está abalado. “Estamos revoltados, é muito triste. Eu estava do lado dele. Nós saímos de casa porque fomos nos encontrar com alguns amigos em uma praça para fazer uma homenagem de um ano de morte de um amigo nosso. Olha o que aconteceu, agora está todo mundo abalado, com medo. A gente sai na rua e não sabe o que pode acontecer. A polícia que era para proteger acaba tirando em gente inocente”, contou.

 

Fonte: G1 Vale do Paraíba e Região

 

 

 

  

Comparthe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload