© 2016 - Rádio Clube do Vale - Todos os Direitos Reservados

Após cirurgia, gaze é encontrada no corpo de criança em São José dos Campos

16/08/2017

 

A mãe de uma criança de quatro anos acusa um médico de ter esquecido gaze dentro do filho depois de uma cirurgia no Hospital da Vila Industrial em São José dos Campos. De acordo com a mãe, a cirurgia foi na última segunda-feira (7) e a criança passou por três internações depois do procedimento e médicos não encontraram o material.

 

De acordo com a mãe, 25 anos, o filho tem asma e bronquite e a pediatra pediu que fosse feita uma cirurgia de adenoide e para retirada das amídalas. A criança foi internado na última segunda-feira (7) e entrou para a cirurgia às 9h35 e foi liberado em 25 minutos, às 10h.

 

Na volta, a mãe conta que ele estava agitado e não conseguia respirar. Ele foi levado de volta ao centro cirúrgico para estancar um sangramento e foi liberado ainda naquela tarde. Na quarta-feira (9) ele voltou ao hospital porque tinha dificuldades para respirar e não conseguia se alimentar. Ele foi internado para observação, medicado e liberado.

 

Na sexta-feira (11) a mãe conta que voltou com ele para o hospital porque ele tinha febre alta constante e apresentava mau cheiro. “Ninguém conseguia ficar perto dele, era um cheiro horrível. Estávamos desesperados porque eram muitas idas ao hospital e ninguém resolveu o problema”, contou.

 

Na ocasião, o otorrino que havia feito o procedimento foi ao hospital para avaliar a criança e informou que estaria tudo normal com o procedimento e que ficaria bem. A criança foi liberada depois de cerca de 10 horas de internação.

 

A gaze só foi descoberta em casa na segunda-feira (14), segundo a mãe, depois de forçar o filho a comer. “Eu estava desesperada porque ele não se alimentava, o médico disse que ele estava bem e eu disse que ele precisava comer. Forcei e na recusa, ele passou mal e vomitou. Na hora vimos o bolo de gaze”, conta.

 

A criança voltou ao hospital da Vila Industrial na tarde desta segunda. Ele foi atendido e, segundo a mãe, não foram dadas explicações sobre a gaze esquecida. “Ele está sendo medicado para uma infecção que não precisava passar e todo o sofrimento dessas idas e vindas ao hospital. Quantos dias mais eles iam levar para descobrir que meu filho estava com isso dentro do corpo?”, diz.

Em uma postagem no Facebook, a mãe protesta contra o atendimento prestado. A publicação tem cerca de 2,8 mil compartilhamentos. Naiara informou que contratou uma advogada para entrar com uma ação contra a prefeitura por negligência e o caso será registrado junto à Polícia Civil ainda nesta terça-feira (15).

 

Outro lado

Procurada, a Secretaria de Saúde de São José dos Campos classificou o caso como grave e informou que a comissão de ética do Hospita Municipal abriu uma sindicância para apurar o caso. A investigação deverá apurar se houve imprudência ou imperícia profissional.

A Secretaria de Saúde informou ainda que o hospital está mantendo contato com a família do paciente e que lamenta o ocorrido.

 

Fonte: G1 Vale do Paraíba e Região

Comparthe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload