top of page

Prefeitura implanta novas estações de bikes compartilhadas em São José dos Campos



Os moradores dos bairros Novo Horizonte, Campos de São José, Campo dos Alemães, Jardim Aquarius, Putim e Alto da Ponte, agora também podem utilizar as bicicletas públicas compartilhadas. As estações já estão operando nestas regiões totalmente integradas ao transporte público.


Ao todo já são 10 estações em funcionamento, atendendo tanto os passageiros do transporte público quanto as pessoas em geral, que baixam o aplicativo nos seus dispositivos móveis.


As estações estão instaladas em locais que são corredores do transporte público e próximas de equipamentos públicos como unidades de saúde ou praças.


No Campo dos Alemães, as bicicletas estão disponíveis na estação da Linha Verde; no Aquarius a estação fica na Praça Ulisses Guimarães; no Novo Horizonte o local escolhido foi a Praça 1º de Maio; no Alto da Ponte a estação fica em frente ao Centro Comunitário; no Campos de São José a estação está na ECO; enquanto no Putim as bikes ficam na estação ao lado da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).


A previsão é que as estações da região central sejam as próximas a entrar em operação.


Entre os locais previstos para receber estações estão: Parque da Cidade, Senai, Praça Afonso Pena, Rodoviária Nova, Parque Vicentina Aranha, Parque Santos Dumont, Avenida Juscelino Kubitschek (Integração), Hospital Municipal, Parque Tecnológico, estações próximas ao DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), Arco da Inovação, Parque Ribeirão Vermelho, Farma Conde Arena, Linha Verde, Praça das Bandeiras, Avenida Salinas, Avenida Cidade Jardim e Praça Natal.


Como funciona

Ao utilizar os ônibus do transporte público para os deslocamentos na cidade, os passageiros acumulam créditos no cartão do bilhete único para uso das bikes.


Para usar as bicicletas, os passageiros devem se cadastrar no aplicativo de celular BikeSJC e se cadastrar, criando um perfil de usuário e senha.


Moradores que não são usuários do transporte público também podem usar o serviço. Eles também precisam fazer o cadastro no app e optar por diferentes tempos de uso e valores:


  • R$ 2,50 por 30 minutos

  • R$ 10,00 por 24h (limite de 4 viagens)

  • R$25,00 por 30 dias (limite de 4 viagens por dia)


De acordo com a prefeitura, as bicicletas têm GPS e são monitoradas em tempo real pelo Centro de Segurança e Inteligência (CSI). Toda bike tem dispositivo de travamento das rodas, que são liberadas pelo app ou pelo bilhete único.

Comentários


bottom of page