Menino relata 'muito sangue' e desespero após ser ferido por tubarão em praia de Ilha Comprida, SP


O menino de 11 anos que foi ferido por um tubarão enquanto estava no mar em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo, relatou ao g1 que entrou em desespero ao ver o ferimento causado pelo animal. Carlos Alexandre Oliveira Marques foi socorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e levou pontos na perna.


O incidente ocorreu por volta das 12h desta segunda-feira (15), na Praia do Boqueirão. Segundo a prefeitura, o animal tratava-se de um cação. A criança estava no mar, brincando com um primo e o irmão mais velho, quando viu o tubarão na direção de sua perna.


A criança mora no interior de São Paulo, e estava na cidade à passeio, visitando o pai, que mora em Ilha Comprida. Apesar do susto, o menino foi socorrido na unidade de saúde, levou pontos na perna e passa bem.


"Estava eu, meu irmão e meu primo. A gente estava lá nadando, até que, do lado, ouvimos uns homens gritando 'tubarão, tubarão'. A gente ficou desesperado e tentamos sair. Meu primo saiu também, e eu não conseguia correr direito, meu irmão ficou me esperando. Daí, eu comecei a sentir uma dorzinha na minha perna, olhei e vi que tinha uma barbatana, que era um animal meio azul, tipo tubarão. Eu fiquei balançando a perna, aí caiu, e corri rápido para sair", relembra.


Ainda de acordo com o menino, tudo aconteceu muito rápido. "Quando a gente viu, já estava muito perto de nós. Até que foi pequeno o corte, mas quando olhei, estava saindo muito sangue, então fiquei desesperado, achando que coisa pior tinha acontecido. Só que depois que os médicos limparam minha perna, vi que não precisava ficar preocupado", relata.


Criança esbarrou em cardume

Em nota, a prefeitura afirmou que um cardume de cações, em deslocamento do Sul para o Leste do país, esbarrou na criança e a feriu, causando uma lesão sem gravidade na perna esquerda, segundo informações do sargento Nunes, do Corpo de Bombeiros, que acompanhou a ocorrência.


Fonte: G1 Santos e Região