Governo de SP desobriga o uso máscaras em locais abertos a partir de 11 de dezembro


O governo de São Paulo decidiu desobrigar o uso de máscara em local aberto em todo o estado a partir de 11 de dezembro. De acordo com o governo, a medida tem respaldo nas altas taxas de vacinação em todo o estado, e nos baixos números de internações, mortes e novos casos. O item de segurança continua obrigatório em todos os ambientes fechados, incluindo o transporte público.


De acordo com o dado mais recente do governo paulista, em todo o estado já são mais de 74% da população totalmente vacinada contra a covid-19. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 22,2% no estado, e de 28,2% na Grande São Paulo.


"Quando olhamos a campanha, precisamos fazer a comparação com países com mais de 40 milhões de pessoas. Se compararmos, o estado é o quinto no mundo. Somente na população adulta, são 92% das pessoas totalmente vacinadas", disse a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Regiane de Paula, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 24.


Ainda segundo ela, o estado vai fazer uma mobilização do dia 1º ao dia 10 de dezembro para que as pessoas com a segunda dose ou a dose de reforço em atraso, possam concluir o esquema. O número de faltosos é de 4,3 milhões de pessoas.


Pela primeira vez desde o início da pandemia de covid-19, o estado de São Paulo não registrou mortes causadas pela doença no período de um dia. O fato ocorreu no dia 8 de novembro. Vale lembrar que o dia era uma segunda-feira, que geralmente registra dados mais baixos, pois muitos dados ficam represados no fim de semana. A média diária de óbitos, contabilizada na última semana, está em 72, uma das menores já registradas.


Fonte: Revista EXAME (texto copiado na íntegra)