top of page

Escolas da rede estadual de SP irão abrir no recesso de julho para o projeto ‘almoço nas férias’


Os alunos da rede estadual de São Paulo poderão almoçar nas escolas durante as férias de julho. Para isso, as 3.534 unidades que recebem a alimentação escolar diretamente da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) estão em contato com as famílias dos estudantes para avaliar a demanda para o mês. A expectativa da Educação é fornecer 40 mil refeições a alunos de todos os ciclos de ensino.


Por isso, é importante que até sexta-feira (28) os pais ou os responsáveis do aluno respondam a pesquisa por meio da Secretaria Escolar Digital (SED) ou manifestem o interesse nas unidades de ensino, como explica a diretora técnica do Departamento de Alimentação Escolar da Educação de SP, Nayla Veríssimo: “Nossas equipes escolares, incluindo cozinheiras, cozinheiros e equipe gestora, estão orientadas sobre o fornecimento do almoço durante o recesso de julho. Esperamos a manifestação dos pais e responsáveis para que possamos preparar o almoço de acordo com a demanda, evitando assim desperdícios e mantendo o acesso à alimentação mesmo fora do período de aula”, ressalta.


O recesso escolar do meio do ano acontece entre os dias 10 e 26 de julho. Durante o período, a refeição será servida todos os dias, das 11h às 13h30. O cardápio mantém o cuidado com os grupos nutricionais oferecidos às crianças, adolescentes e adultos que estudam na rede.


Além das 3.534 unidades de ensino que recebem a alimentação diretamente da Educação, nas outras escolas, as refeições durante o período de aulas são fornecidas por meio de parceria com as prefeituras. Nessas localidades, cabe aos municípios definirem sobre a abertura das escolas para a oferta do almoço nas férias.

Comments


bottom of page