Desativação de ala covid devolve e amplia leitos de UTI no Hospital Municipal de São José dos Campos


A queda no número de internações por covid tem proporcionado mudanças na rotina e na estrutura do Hospital Municipal de São José dos Campos. Com a desativação da ala 2, antes destinada à UTI covid, a unidade vai poder utilizar os 20 leitos de terapia intensiva para atender os demais pacientes da unidade.


A criação da Ala Covid -- assim como as demais melhorias realizadas no HM nos últimos 19 meses -- integra o plano de contingência elaborado pela Prefeitura de São José dos Campos para o enfrentamento da pandemia. Ao contrário dos modelos de “campanha”, todas as ampliações e aquisições de equipamentos feitas neste período ficarão permanentemente na rede de saúde do município e proporcionarão melhorias ao atendimento.


Antes da pandemia, o Hospital contava com 36 leitos de UTI adulto no total. Com a nova ala, a unidade passa a ter 40. Além disso, o novo espaço é mais amplo, tem mobiliário, aparelhos modernos e piso novos para oferecer mais conforto aos pacientes.


Reestruturação

Com a redução das áreas para atendimento à covid, o Hospital Municipal ainda prevê uma grande reestruturação física, com reforma e ampliação de alas como pediatria, imagem, enfermaria e pronto atendimento, aumentando a resolutividade, o conforto e melhorando os fluxos.


Todas as melhorias serão realizadas de forma gradativa para não impactar no atendimento.


Gestão

Mantido pela Prefeitura de São José dos Campos e administrado pela SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), o Hospital Municipal José de Carvalho Florence é a principal referência SUS para o atendimento à população.


Fonte: Prefeitura de São José dos Campos