Cachorro morre em “hotel” de hospedagem para animais em Jacareí



Um cachorro da raça Yorkshire, de cerca 5 anos, chamado Bob, morreu enquanto estava hospedado em um "hotel" para animais na cidade de Jacareí, na última segunda-feira, 27 de junho.


Segundo a tutora Denise Martins que chegou a registrar um boletim de ocorrência, o cachorro foi deixado no local por volta das 9h da manhã e quando foi pegar o cachorro, por volta das 16h40, ele estava morto.


Ela levou o corpo de Bob até uma clínica veterinária, onde foi atestado que ele tinha diversos hematomas e lesões pela coluna cervical, crânio e orelhas. Também foi identificada a presença de sangue na cavidade nasal e na boca.


O laudo foi apresentado à Polícia Civil durante o registro do boletim de ocorrência. O dono do hotel alegou a ela que Bob foi atacado por outro cão, enquanto ele havia saído para buscar a filha na creche.


Bob é um cachorro de porte pequeno e foi deixado sozinho com outros cachorros, segundo a tutora Denise Martins, que já havia deixado Bob outras vezes no hotel.


Em nota, os advogados Alan Lutfi Rodrigues e Thiago Trefiglio Rocha, responsáveis pela defesa do hotel Firulas, informaram que o responsável está abalado com a fatalidade ocorrida com o cão, ao qual oferecia abrigo há mais de três anos.


A defesa informou também que o homem está a disposição da polícia para esclarecer o caso, e "se coloca à disposição para minimizar a dor e danos, de pronto já entrou em contato com o advogado dos tutores para esclarecimentos" e que ele está "extremamente assustado pelos atos repudiáveis de danos praticados à sua residência, ameaças à vida e integridade física, sua e de sua família, bem como os atos de xenofobia".