Dois suspeitos são detidos por morte de adolescente em fluxo


Dois homens foram detidos suspeitos no envolvimento do assassinato da adolescente Jamile Fernandes da Silva, de 17 anos, morta no domingo (11), em São José dos Campos. A suspeita da polícia é a de que o crime tenha ocorrido por uma disputa entre facções ligadas ao tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia Civil, um dos homens compareceu à delegacia no final da tarde desta quarta-feira (14) contando que havia escapado de um cárcere privado que estava sendo submetido por uma quadrilha na área do Banhado desde o último domingo.

Ele afirmou que foi sequestrado após o crime pelo grupo que foi até a sua casa, no Altos de Santana, e o levou para um cativeiro na região central. Após o relato, fora emitido um mandato de prisão para o homem, que já se encontra preso.

O outro suspeito, que tem cerca de 18 anos, foi encontrado na madrugada desta quinta-feira (15). Ele estava machucado e foi abordado por um guarda civil municipal, que o acompanhou até o pronto-socorro do Hospital da Vila Industrial.

No local, a polícia o indagou e constatou que ele também havia sido mantido em cárcere pelo mesmo grupo no Banhado. Ele passou por um procedimento cirúrgico e está internado em estado grave. A GCM faz escolta no hospital, e, assim que ele for liberado, deve ser levado à prisão.

A morte da adolescente ainda tem dois outros suspeitos no envolvimento -- um homem e uma mulher. Segundo a polícia, a família do homem já fez um registro de seu desaparecimento.

O submetimento dos suspeitos à carcere privado teria como motivação vingança pelo assassinato de Jamile, morta de forma violenta durante um 'fluxo do funk' na madrugada de domingo. O caso segue sob investigação.

ENTENDA O CASO.

Jamile estava desaparecida desde a noite do último sábado (10), quando saiu com quatro amigos para o baile de rua.

A família registrou BO e fez apelos nas redes sociais em busca da jovem. A polícia iniciou as buscas e encontrou o corpo da adolescente em um terreno baldio na segunda-feira (12), na Estrada do Sertãozinho. A vítima tinha sinais de violência na cabeça, perna e mãos.

Fonte: O VALE - https://bit.ly/2Nb8CUV


© 2020 - Rádio Clube do Vale - Todos os Direitos Reservados